A cor do dinheiro

Que vale a cor do dinheiro
Se o coração tá sozinho, cobrando carinho?

Investi tudo de mim
No meu sonho material
O banqueiro do momento
E assim perdi a conta do teu sentimento

Entre nós era real
Já nem soma nem dá sinal
Fui ganhando e não sabia
O quanto era importante a tua companhia

Que vale a cor do dinheiro
Se o coração, tá sozinho, cobrando carinho?

Eu gastei, me fiz notar
Nosso amor não quis declarar
Mas poupei na hora do beijo
Não tenho nem ação pra te cobrar desejo

Eu sonhei, paguei pra ver
Se mais vier, mais quero ter
Mas vou vivendo essa carência
Sem o teu balanço acabo na falência

Que vale a cor do dinheiro
Se o coração tá sozinho, ele acaba vendido
Cobrando carinho?