Chamado de amor

Quem é você
Que acende outra vez
Dentro de mim
Essa fome de sonhar
Como quem conhece a fundo
Cada sensação
Que eu soube esconder
Pra não perder a paz
Com seu poder
De menina e mulher
Musa do olhar
De quem chega pra ficar
Desimaginando inteira
Toda proteção
Que eu só inventei
Pra não sofrer demais
Isso é chamado de amor
Quando a esperança traz
As tormentas do passado
Já não me molham mais
Anda
Preciso te entregar
O que resta de mim
Pega minha mão
Anda
Teu corpo pode achar
Luz ainda acesa
Dentro do meu coração
Quem é você
Que pretende afogar
Alguém tão só
Numa fonte de desejos
Isso é chamado de amor
Melhor é não pensar
As lembranças do passado
Já não me prendem mais
Anda
Preciso te entregar
O que resta de mim
Pega minha mão