No dia em que você me deixou

No dia em que você me deixou
Não dormi só pensando em vingança
Do tempo em que você me amou
Só restou um ponta de esperança
De que a briga talvez não fosse grave
Pois eu vi que você levava a chave
E lá fora, rolava um temporal
Tempestade, tempestade, tempestade
No dia em que você me deixou
Não toquei na comida do prato
Pensei sobre o que a gente falou
E retirei da moldura o seu retrato
Eu queria saber qual era a minha
E saber se ainda está sozinha
E no peito rolava uma vontade
Vontade, vontade, vontade
No dia em que você me deixou
Eu tentei te esquecer no mesmo instante
Da vida que a gente sonhou
Só restava o meu vidro de calmante
Não pedi que você telefonasse
Esperei que o cigarro acabasse
E saí pela rua, cantando uma canção
Saudade, saudade, saudade
Eu queria saber qual era a minha
E saber se ainda está sozinha
E no peito rolava uma vontade
Saudade, saudade, saudade
Tempestade de saudade
Tempestade de vontade
Quanta saudade
Quanta vontade